Ambientes Corporativos: A importância de um arquiteto no projeto

Ambientes corporativos normalmente possuem muitos detalhes e claro, móveis, arquivos, computadores e itens de escritório, além das pessoas que fazem parte da empresa, toda essa informação junta, sem um projeto bem elaborado acaba virando um verdadeiro emaranhado de objetos misturados!

Mas, você já percebeu como um ambiente é capaz de mudar nosso humor, disposição, capacidade de concentração e até mesmo reverter quadros de fadiga?

Por exemplo, hotéis, spas, restaurantes e tantos outros estabelecimentos comerciais investem muito em decoração porque sabem como isso influencia o comportamento dos clientes.

Seria incoerente, portanto, acreditar que não existe nenhuma relação entre a arquitetura e a produtividade no ambiente de trabalho.

Mas, qual é, exatamente, a amplitude dessa relação?

Entender como o ambiente de trabalho influencia na produtividade no ambiente de trabalho é o assunto deste post.

E certamente, não é novidade para ninguém: estar em um ambiente de trabalho adequado, confortável, com boa disposição, iluminação e ergonomia adequada aumenta muito a produtividade.

Portanto, uma empresa séria, que quer crescer e aumentar sua produção, precisa investir em design de interiores para escritório.

Resumindo, aqui entra o arquiteto.

Vantagens de planejar ambientes corporativos

Primeiro de tudo, muitas empresas relutam em contratar um profissional para renovar o ambiente.

Entretanto, isso acontece pela insegurança de perder a identidade, de perder o controle do projeto interno do local ou ainda, arcar com custos excessivos.

Mas, na verdade, um arquiteto ou um designer de interiores irá somar, trabalhar junto e auxiliar a encontrar o ambiente ideal para o lugar.

Certamente, o arquiteto é um grande parceiro e o resultado do seu trabalho vai além de um lugar bonito e confortável, pois aumenta a produtividade da equipe.

Além disso, com um local organizado e adequado, o número de acidentes de trabalho tende a diminuir, sem contar que evita doenças que podem acontecer devido a uma postura inadequada à frente do computador, por exemplo.

Assim, com uma boa organização do local e com o uso de móveis planejados para escritório, a equipe trabalha em melhores condições e os incidentes diminuem. Consequentemente, o rendimento da empresa também aumenta.

Como a arquitetura pode influenciar ambientes corporativos

É nesse ponto que o trabalho de arquitetura adquire um papel relevante.

Ela é fundamental para o bem-estar dos trabalhadores, o que aumenta seus níveis de satisfação e até mesmo previne o surgimento de problemas de saúde

Além disso, um projeto de arquitetura corporativa bem elaborado estimula a produtividade no ambiente de trabalho, principalmente nos seguintes atributos:

  • iluminação apropriada;
  • conforto acústico;
  • organização;
  • ergonomia

Para se ter uma ideia mais prática de uma mudança pequena que um profissional adequado pode fazer, podemos falar da luminosidade.

Salas muito claras, por exemplo, podem dificultar a visualização de monitores de computador e, assim, acabar cansando mais a vista do trabalhador.

Dessa forma, os funcionários acabarão diminuindo sua produtividade.

Porém, salas muito escuras também dificultam a visibilidade.

A luz, que parece tão simples, pode ser tanto aliada quanto inimiga na produção diária de uma empresa.

Em um projeto feito por um arquiteto, ele dirá quais são as cortinas adequadas para o espaço e para a janela, podendo trazer mais conforto, no aspecto de luminosidade, para a equipe.

Todas as questões relacionadas ao espaço físico de uma empresa podem ganhar muito com um planejamento de interiores.

Um arquiteto atuando no projeto de ambientes corporativos ajuda a empresa a melhorar e a crescer, junto com a equipe, pois indicará a posição certa de mobiliários e estações de trabalho tudo isso pensando no rendimento de uma empresa.

Existem alguns itens importantes que interferem no comportamento e desempenho dos colaboradores.

Veja quais são eles e como o trabalho de arquitetura pode usá-los em favor da produtividade.

1. LAYOUT DO AMBIENTE

Ambientes Corporativos

O layout do ambiente corporativo é essencial para o bom andamento das tarefas.

Entretanto, não existe uma fórmula única para acertar nesse aspecto, já que a escolha depende das atividades que os colaboradores realizam.

Um layout adequado:

  • facilita a circulação;
  • aproveita bem o espaço;
  • faz com que os funcionários tenham acesso aos equipamentos e áreas que precisam utilizar sem obstáculos ou dificuldades.

Ele também deve considerar se as pessoas executam atividades colaborativas ou necessitam de privacidade.

A divisão dos ambientes precisa criar as condições ideais para o trabalho, mas de preferência sem isolar completamente as pessoas.

O layout tem ainda outro papel fundamental na produtividade no ambiente de trabalho: evitar a propagação de sons.

Sabemos que um nível alto de ruído interfere na produtividade, pois dificulta a concentração e até mesmo a comunicação.

2. CORES

Escolher as melhores cores para escritório é tão essencial para estimular o comportamento humano, que existe até uma área que estuda a psicologia relacionada a elas.

Por isso, elas devem ser bem utilizadas no ambiente de trabalho.

A recomendação convencional da arquitetura contemporânea é que os espaços corporativos sejam dominados pelos tons neutros.

Porém, sabemos que inserir cores de maneira apropriada quebra a monotonia do ambiente, tornando-o estimulante e claro, mantendo a identidade da empresa.

Portanto, é importante que a escolha das cores leve em conta a identidade visual do negócio.

3. ILUMINAÇÃO

Ambientes Corporativos

A iluminação no ambiente de trabalho é um dos fatores que mais interfere na produtividade no ambiente de trabalho, como já citamos acima, mas vamos detalher um pouco mais da importância para ambientes corporativos.

Dificilmente um colaborador consegue ser produtivo quando precisa fazer um grande esforço para visualizar imagens ou textos devido à falta de luz ou ofuscamento.

O projeto ideal é aquele que potencializa o uso da luz natural, afinal, além de ser fundamental para a arquitetura sustentável, também coloca a mente em alerta e contribui até mesmo para melhorar a saúde dos colaboradores.

No entanto, sabemos que é necessário recorrer também à iluminação artificial.

Além disso, é necessário ver quais são os tipos de lâmpadas e luminárias adequadas para produzir o efeito desejado e posicionar a mobília corporativa de forma a favorecer o trabalho dos funcionários.

4. ORGANIZAÇÃO

Ambientes Corporativos

Para ampliar produtividade no ambiente de trabalho é essencial que o colaborador tenha fácil acesso a tudo que necessita para realizar suas tarefas.

Isso significa que o mobiliário corporativo deve comportar todos os objetos de uso frequente e garantir que arquivos e pastas menos utilizadas não ocupem um espaço desnecessário.

Além dessa disponibilidade de itens necessários, é importante lembrar que o mobiliário corporativo é fundamental para a organização visual.

Um ambiente bagunçado, com objetos expostos, tende a dificultar a concentração.

Outro ponto importante sobre como o ambiente de trabalho influencia na produtividade e que nem sempre as pessoas se lembram na hora de mobiliar um escritório, é o fato de que hoje se utiliza muitos equipamentos no local de trabalho.

Computadores, scanners e impressoras fazem parte do dia a dia de muitas pessoas.

É essencial que os móveis do escritório sejam planejados para acomodar todos esses equipamentos.

A instalação elétrica e o cabeamento também devem ser bem pensados, evitando que os funcionários precisem recorrer a gambiarras que oferecem riscos.

5. ERGONOMIA

Finalmente, em um artigo sobre como o ambiente de trabalho influencia no comportamento das pessoas, não poderíamos deixar de falar de ergonomia.

conforto dos colaboradores é um dos principais fatores para:

  • manutenção de sua saúde;
  • promoção do bem-estar;
  • aumento da produtividade.

Por isso, a ergonomia deve ser o principal requisito para a aquisição do mobiliário do escritório.

Móveis como as cadeiras ergonômicas para escritório, podem evitar a manifestação de dores nas costas e pescoço, que estão entre as principais causas de afastamentos e licenças no Brasil.

Além disso, o posicionamento correto de mesas e cadeiras evita lesões por esforços repetitivos (LER).

Funcionários que se sentem desconfortáveis também precisam interromper suas tarefas constantemente para aliviar dores e fadiga muscular.

Por todos esses motivos, é essencial investir em móveis ergonômicos.

Estrutura resistente e estofamento de boa qualidade fazem com que as peças mantenham o bom nível de conforto ao longo do tempo, adiando a necessidade de reposição e mais uma vez amplia a produtividade no ambiente de trabalho. 

Resumindo, a importância de um arquiteto no projeto de ambientes corporativos é extrema, é uma necessidade, não luxo.

LEIA TAMBÉM: GERENCIAMENTO DE OBRA E PROJETO: GARANTA O ANDAMENTO DO PROJETO!

Portanto, se você quer garantir qualidade para seus colaboradores e clientes, agende um atendimento personalizado clicando no link a seguir http://bit.ly/stancati e conheça as melhores soluções.

Ou, venha nos conhecer, estamos localizados na Rua Doutor Emílio Ribas, 1082 | Galeria Thiers | Térreo | Cambuí | Campinas SP
Telefone: (19) 3114-4170 | (11) 2176-3800
E-mail: contato@stancati.com.br

Quem contrata esse serviço só tem a ganhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *